Frentistas de São Paulo definem pré-pauta da Campanha Salarial 2021

Convocada pela Federação dos Frentistas de São Paulo, – Fepospetro -, a reunião virtual realizada no último dia 30 debateu com representantes dos dezessete sindicatos filiados da entidade  as reivindicações da categoria para o ano de 2021.

A Negociação Coletiva em construção, abrangente a cem mil frentistas com data-base em 1° de março,  envolverá cláusulas econômicas como reajuste salarial e aumento do valor do vale-refeição, do adicional noturno e também das horas-extras.  As reivindicações definidas na reunião da Fepospetro  serão agora levadas à deliberação dos trabalhadores, pelos sindicatos. Luiz Arraes, presidente do Sinpospetro de Osasco/SP e da Fepospetro, durante a reunião, alertou para o   cenário de dificuldades do próximo ano, e reforçou a importância da   participação dos trabalhadores nas assembleias e reuniões das entidades.

Este ano, devido à pandemia de Coronavírus, esses encontros serão itinerantes, nas subsedes e bases dos sindicatos, em cumprimento aos protocolos de saúde e segurança para os participantes.

Até o final do mês de  dezembro, a Fepospetro, em  conjunto com os sindicatos filiados, pretende definir  a  pauta de reivindicações  a ser apresentada para grupo patronal, formado pelas entidades Sincopetro, Recap, Resan e Regran.

Prestação de Contas: Ainda durante a reunião virtual, foi realizada a Assembleia de Prestação de Contas do ano de 2019, e de Previsão Orçamentária para 2021 da Federação dos Frentistas de SP, entidade existente há quase trinta anos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *