Frentistas de SP entregam pauta de reivindicações aos patrões

A Federação Estadual dos Frentistas – Fepospetro, representando os seus dezoito sindicatos filiados, protocolou na última quinta-feira, dia 30, junto ao Sincopetro (patronal), a Pauta de Reivindicação da Campanha Salarial 2020 dos cem mil trabalhadores em Postos de Combustíveis e Lojas de Conveniência do Estado de SP. Luiz Arraes, presidente da Fepospetro e do Sinpospetro de Osasco/SP, prevê uma negociação difícil. “Percebemos pela campanha de outros Estados que não será uma tratativa fácil. Existem companheiros que ainda não conseguiram fechar acordo de 2019”, ele diz. As negociações se iniciam efetivamente em março, após o anúncio do índice inflacionário do período. A data-base da categoria é 1º de março. Neste ano, além das cláusulas econômicas, os frentistas de SP também tratam dos itens sociais da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Itens como a proibição da terceirização e trabalho aos domingos e feriados estão na mira dos patrões. No entanto, Arraes afirma que a Federação lutará pela prevenção da CCT. O dirigente afirma: “Estamos num momento em que o setor patronal quer usar a reforma trabalhista para retirar direitos. Vamos lutar contra isso”.
Participação: A Fepospetro divulgará em seu site e redes sociais a data da reunião de início das negociações, das quais os trabalhadores podem e devem participar, e que acontecem em São Paulo, no Sincopetro, na Rua Atibaia, número 282, Perdizes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *