Desembargadora Gisela Moraes é eleita presidente do TRT-15 para o próximo biênio

A desembargadora Gisela Rodrigues Magalhães de Araujo e Moraes foi eleita presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região na tarde desta quinta-feira (4/10). Ela comandará a corte até 2020, em substituição ao desembargador Fernando da Silva Borges.

A desembargadora Gisela Moras comanda o TRT-15 até 2020.
Divulgação/TRT-15
Gisela Moraes, que tomará posse no próximo dia 7 de dezembro, é a segunda mulher presidente na história do TRT-15. Já esteve à frente do tribunal, entre 2002 e 2004, a desembargadora Eliana Felippe Toledo, hoje aposentada.

Também foram eleitos os desembargadores que ocuparão os cargos de vice-presidente administrativo, vice-presidente judicial, corregedor regional e vice-corregedor regional, diretor e vice-diretor da Escola Judicial, ouvidor e vice-ouvidor. Dos nove cargos, cinco serão comandados por mulheres.

A nova presidente ingressou na magistratura trabalhista da 15ª Região, em 1988, quando iniciou o exercício da judicatura no cargo de juíza do trabalho substituta. Ela também tem passagens pela 1ª Junta de Conciliação e Julgamento (hoje 1ª Vara de Araçatuba), 2ª Vara de Jaú, Vara de Itanhaém e pela jurisdição da cidade de Salto. Entre 2014 e 2016, Gisela integrou a administração do TRT-15, no cargo de vice-presidente Judicial.

Confira os demais nomes que integrarão a nova gestão:

Vice-Presidência Administrativa: desembargadora Ana Amarylis Vivacqua de Oliveira Gulla

Vice-Presidência Judicial: desembargadora Tereza Aparecida Asta Gemignani

Corregedoria Regional: desembargador Manuel Soares Ferreira Carradita

Vice-Corregedoria Regional: desembargadora Maria Madalena de Oliveira

Diretoria da Escola Judicial: desembargadora Maria Inês Correa de Cerqueira Cesar Targa

Vice-diretoria da Escola Judicial: desembargador Carlos Alberto Bosco

Ouvidoria: desembargador Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani

Vice-Ouvidoria: desembargador Helcio Dantas Lobo Junior

Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-15.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *