Governo quer retomar debate sobre votação da reforma da Previdência em até dez dias

Publicado: Quinta, 03 Agosto 2017 08:23
Ao barrar a denúncia de corrupção passiva feita contra ele, o presidente Michel Temer pretende reconquistar o apoio do mercado financeiro, fortalecer sua base de apoio para acelerar reformas e manter o PSDB ao seu lado.

Temer se reunirá na semana que vem com líderes governistas no Congresso para montar um cronograma de votação e discutir que mudanças na reforma da Previdência são possíveis de ser aprovadas no curto prazo.

Em conversas com líderes do Congresso, Henrique Meirelles (Fazenda) disse que pretende, em no máximo dez dias, reinserir a reforma da Previdência na pauta de prioridades. Ele vai marcar reunião para debater o tema com parlamentares.

Temer está estruturando ainda uma agenda de encontros com empresários e investidores para vender a imagem de que ainda tem força política para cumprir a promessa de realizar as reformas.

O presidente quer aproveitar o que o Planalto chama de “onda positiva” com a derrota da denúncia da Procuradoria-Geral da República.

A estratégia, por ora, é usar o clima político favorável, apesar dos fatores que podem prejudicar a agenda do governo.
Folha de São Paulo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *