Ministério Público quer licença maternidade compartilhada entre mãe e pai

A ideia é permitir que após 120 dias da licença-maternidade o pai assuma, caso queira, o cuidado da criança por 60 dias e a mãe retorne ao trabalho. Hoje, no órgão, os homens têm direito a 20 dias. Esse periodo seria adicional.

LOCAL 

O projeto foi encaminhado para a Procuradoria-Geral da República. Caso seja aprovado, a lei que cria a chamada licença parental será apenas para funcionários do Ministério Público da União.

TODOS 

A intenção do MPT é que a iniciativa seja exemplo para os demais órgãos públicos e empresas privadas. Em 2015, o órgão foi precursor na regulamentação do uso do nome social por travestis e transexuais em todas as unidades. A ideia foi replicada depois por outras instituições.

Fonte: Folha de S.Paulo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *