PDT-Campinas agenda reunião para debater o segundo turno eleitoral

O PDT-Campinas realiza na próxima segunda-feira, dia 15, a partir das 18:30 horas, no diretório da legenda, uma reunião para decidir o papel que o partido vai desempenhar no segundo turno das eleições presidenciais e para governador em SP. “Vamos definir a agenda de ações das próximas duas semanas e também a continuidade da organização do partido em Campinas”, explica Francisco Soares de Souza, presidente da sigla e do Sinpospetro- Campinas.
Na ocasião, estará no centro do debate a provável decisão a ser anunciada pelo PDT nacional nesta quarta-feira, dia 10, em Brasília, do chamado “apoio crítico” à candidatura de Fernando Haddad (PT) no segundo turno. No mesmo evento, o partido reafirmará a deliberação já anunciada de se colocar contra Jair Bolsonaro e punir filiados que apoiarem o presidenciável do PSL. Bolsonaro representa um retrocesso, um retorno ao Brasil pré-1964″, disse Carlos Lupi, presidente nacional do PDT na manhã da última segunda-feira (8).
Independência: Ele também adiantou que partido irá definir que não terá cargos em uma eventual gestão petista. “Não queremos nenhum cargo em lugar nenhum”, disse. Lupi defende abertamente que Ciro Gomes lance um movimento por uma nova candidatura, visando 2022, já após a definição do novo presidente em outubro. “Isso sou eu que estou insistindo para que Ciro já se candidate a presidente para 2022, mas ele não está convencido”, contou.

A reunião do PDT é aberta a filiados e simpatizantes. O endereço do diretório em Campinas é : Rua Regente Feijó, num 47, centro, Campinas.

*Leila de Oliveira -Sinpospetro-Campinas / Com informações Estadão

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *