Opep: Demanda por combustíveis foi surpreendentemente positiva no Brasil em junho

Publicado em 17/08/15

O inesperado aumento do consumo de combustíveis no Brasil foi destaque no relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). O documento divulgado nesta manhã cita que “a demanda total no mês de junho foi surpreendentemente maior, apesar do momento econômico negativo observado no País”. Opção à gasolina, o etanol liderou o aumento da demanda no período.

O relatório da Opep diz que o mercado brasileiro consumiu média de 2,486 milhões de barris diários de combustíveis no mês de junho. O volume é 5,1% maior que o observado há um ano. “Boa parte do aumento da demanda por combustíveis é largamente atribuído à boa performance do etanol”, diz o relatório divulgado em Viena, sede da entidade.

De acordo com a Opep, o Brasil consumiu média diária de 312 mil barris de etanol por dia. O volume é 56,4% maior que o observado em junho de 2014. “A firme demanda pelo etanol, encorajada pelos preços competitivos comparados com a gasolina, liderou um aumento substancial da demanda pelo produto no mês”, diz o relatório.

Entre os demais combustíveis, a entidade também destacou o aumento de 3,2% na demanda pelo diesel, cujo consumo médio alcançou 1,019 milhão de barris por dia no mês de junho. “O diesel mostrou sinais de melhora a despeito do momento de desaceleração econômica. A melhora da demanda veio da região Sudeste enquanto outras regiões observaram declínio”, diz o relatório. O consumo de GLP aumentou 4,2%, para o equivalente a 244 mil barris diários.

Por outro lado, a gasolina viu contração de 3,3% na demanda, para 702 mil barris por dia. A querosene de aviação também teve diminuição do consumo de 3%, para 124 mil barris por dia.

Extraído do Portal Udop 

Fonte: Estadão Conteúdo.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *