Câmara não vota Projeto e frentistas comemoram vitória

Os 500 mil frentistas brasileiros passarão empregados este Natal. A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara suspendeu a sessão desta quarta (15). Em pauta, o Projeto de Lei 2.302/2019, de Vinicius Poit (Novo-SP), que permitiria o selfie-service nos postos de combustíveis, o que é vedado por lei de 2000.

Para o presidente da Federação Nacional (Fenepospetro), Eusébio Luís Pinto Neto, a retirada de pauta é fruto da mobilização das entidades e da categoria. “Conseguimos impedir a votação e preservar os empregos”, afirma. A discussão fica pra 2022, num cenário diferente.

As atividades da Comissão, com nova composição, se iniciam após o recesso parlamentar. “Mudam o presidente e os demais membros da Comissão. Estaremos mobilizados, por apoio parlamentar”, diz o presidente da Federação Estadual em SP (Fepospetro), Luiz Arraes.

“Seguiremos na maratona a Brasília, buscando formar maioria pra barrar o Projeto. Será uma batalha após a outra. Mas gente a conseguirá vencer”, ressalta Arraes.

Ação – A luta dos frentistas foi forte desde o início. Além do amplo apoio sindical, a categoria agregou a simpatia política. Ponto alto foi 8 de dezembro, quando os empregados em postos fizeram o Dia Nacional em Defesa do Emprego do Frentista. Na data, dezenas de parlamentares gravam vídeos em apoio. O Dia, liderado pelos Sindicatos e Federações, com manifestações e atos, atraiu o apoio de senadores, deputados federais e estaduais, além de vereadores, de diversas partes do Brasil e diferentes perfis ideológicos.

NATAL – Liderança histórica da categoria, Francisco Soares de Souza (Chico dos Frentistas) comemora: “Passar o Natal empregado é um alívio para os pais e mães de família”.

 

Fonte:  Agência Sindical – 16/12/2021

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *